• 29th June
    2012
  • 29
  • 19th March
    2012
  • 19
amandarauujo:

Já se passaram dois anos, deis de que minha vida mudou, poso até dizer “virou de cabeça pra baixo” a menininha, que não se importava pra sua aparência, que nunca ligou pra nenhum garoto, mais também ela era jovem, nem pensava em namorar e coisa do tipo. Mas a vida é cheia de supressas né? Quando você pensa que não, o acaso te da uma rasteira que pode mudar totalmente o rumo da sua vida, os teus planos. A menina ingênua, super tímida, que fica vermelha até hoje do outro lado da linha. No maior acaso do mundo, conhece o amor da sua vida.
Amanhece o dia, e ela acorda naqueles dias, que temos a sensação de acordamos com o pé  esquerdo, tudo da errado. Ela acorda se apronta, e com muita luta consegue sair mais suas amigas, sai mais sem nenhum animo, sua única vontade era a de nem ter levantado da cama naquele dia. Se vestiu da forma mais simples que se pode existir. Ela e seu corpo vivia em uma constante briga, ela se achava feia, magra, sem corpo, a típica menina que nenhum menino olharia, se olhasse seria pra zuar de suas pernas finas e seu jeito todo atrapalhado. Toda sem jeito, por tem amigas sempre tão lindas, com vários ficantes, super popular […] Foram ao shopping da cidade, subindo as escadas do segundo andar, encontra um amigo que não via a meses, era um dos ex-ficantes de uma de suas amigas. A pobre menina o avista de longe ele, seus olhos passearam por todos os cantos ali perto. Quando de repente cruza com o acaso “nunca pensei que o acaso seria tão lindo”. Ela a visto um belo rapaz, com olhos incrivelmente incríveis. “sempre fui apaixonada por olhares e sorrisos, mais nunca tinha visto, ambas coisas tão lindas na minha vida”. Os seus olhos brilhavam, só de olhar, aqueles olhos verdes, que hipnotizaria qualquer mera garota que passasse por ali, quando ele abril seu sorriso, todo tímido “ Não havia como não se apaixonar, como um garoto poderia me tomar assim, dessa forma?” Meu coração começou a bater em uma sintonia que nunca tinha ouvido, uma sintonia tão linda. “ Como ele conseguia, fazer meu coração, bater tão rápido e divagar ao mesmo tempo?”. Há menina não conseguia se mover e nem parar de olhar para ele, era como se estivesse hipnotizada, milhares de perguntas se passava pela sua cabeça, ela conseguia ouvir seu coração sussurrar “ Eu quero”, suas pernas tremia, sua voz faltava e avia uma entranha sensação de borboletas no estomago. Loucura? Não era pequenos sinais, que tinha tropeçado no amor naquele dia. Sentamos em uma mesa grande, já que conhecíamos seu amigo, ele se juntou a nós. “ Nunca foi boa pra disfarça, a metros dava para ver meu nervosismo”. Sem querer meus olhos se fiquissou nos dele, quando mais o observava mais o desejava, mais me apaixonava. Era como uma droga, porém nunca havia a experimentado, mais sentia que seu gosto era extra-ordinário. As horas não passavam, voavam, e quando me dei conta já era hora de parti. Achei que nunca nós veríamos outra vez, mais não foi isso que aconteceu, viramos amigos. Ele era aquele tipico garoto, estilo vagabundo. Mas como se diz em uma citação que eu amo “ Toda dama se amarra em um vagabundo”. Deis de sempre ela sabia como séria, se levasse aquele dia a frente, que iria sofrer, mais em sua teoria ia ser bem fácil. Apesar dos km que os separavam, avia esperança naquele coração ingênuo, de que ele iria se apaixonar por ela, iria mudar e a distância iria ser só alguns dos obstáculos, em seu relacionamento.  Mas não foi bem isso que aconteceu, foram meses de prantos, noites sem sonos, coração partido, promessas quebradas e palavras falsas. “Há pouco  idade não me ajudou muito, a ingenuidade também não.” Mais sempre que tinha oportunidade, ela corria pros teus braços, pro único lugar que há realmente fazia feliz, ela se contentava com pouco, até ouvia sobre suas outras paixões, via coisas que a fazia pensar em desiste, muitos á mandava desisti. Mais tudo que ela fazia não queria nada em troca, só o queria ver feliz, nada mais, e se não era com ela porque o prenderia. Meses e anos, dedicados a  um garoto, que seu coração se prendeu, na primeira vez que o viu. Foi “amor a primeira vista”, ela sempre bem tímida, só conseguia se expressar por MSN, textos que ele talvez nunca leria […] “Por que ele ficaria comigo, sou feia, magra, horrível. Ele lindo, jovem, conseguiria qualquer garota que quisesse.”. Depois de um ano e meio de luta e esperanças frustradas, ela desiste, desiste dele, de si mesma, de tudo. 
Então ele a surpreende, em uma conversa comum de MSN, ele á pergunta “ Se eu desistir de tudo, você ainda me quer? Séria só minha?”
Seu celebro falava: Não, chega, já tentei, e já ouvi essa conversa, não é a primeira vez, e sempre acontece o mesmo no final. Você me troca por outra, eu choro, e você curte sua vida, eu fico de otária.
Mais meu coração sempre foi teimoso e gritava tão alto que só conseguia ouvir ele: SIM, eu te amo, por você tentaria mil vezes se fosse preciso. Eu te amo, eu te quero, eu te preciso.
Como toda idiota, escutei meu coração, mas dessa vez não me arrependi de nada, quem não arrisca não petisca né? Pois bem ,começamos a namorar, e hoje fazemos 9 meses de namoro; mesmo com os altos e baixos, com minha birras e implicâncias, meus prantos, e sorrisos, meus erros e acertos, estamos juntos. Obrigado por tudo e nunca se esqueça que você é o melhor namorado que uma garota pode ter, e nunca se esqueça que você é perfeito pra mim, meu pequeno príncipe.

amandarauujo:

Já se passaram dois anos, deis de que minha vida mudou, poso até dizer “virou de cabeça pra baixo” a menininha, que não se importava pra sua aparência, que nunca ligou pra nenhum garoto, mais também ela era jovem, nem pensava em namorar e coisa do tipo. Mas a vida é cheia de supressas né? Quando você pensa que não, o acaso te da uma rasteira que pode mudar totalmente o rumo da sua vida, os teus planos. A menina ingênua, super tímida, que fica vermelha até hoje do outro lado da linha. No maior acaso do mundo, conhece o amor da sua vida.

Amanhece o dia, e ela acorda naqueles dias, que temos a sensação de acordamos com o pé  esquerdo, tudo da errado. Ela acorda se apronta, e com muita luta consegue sair mais suas amigas, sai mais sem nenhum animo, sua única vontade era a de nem ter levantado da cama naquele dia. Se vestiu da forma mais simples que se pode existir. Ela e seu corpo vivia em uma constante briga, ela se achava feia, magra, sem corpo, a típica menina que nenhum menino olharia, se olhasse seria pra zuar de suas pernas finas e seu jeito todo atrapalhado. Toda sem jeito, por tem amigas sempre tão lindas, com vários ficantes, super popular […] Foram ao shopping da cidade, subindo as escadas do segundo andar, encontra um amigo que não via a meses, era um dos ex-ficantes de uma de suas amigas. A pobre menina o avista de longe ele, seus olhos passearam por todos os cantos ali perto. Quando de repente cruza com o acaso “nunca pensei que o acaso seria tão lindo”. Ela a visto um belo rapaz, com olhos incrivelmente incríveis. “sempre fui apaixonada por olhares e sorrisos, mais nunca tinha visto, ambas coisas tão lindas na minha vida”. Os seus olhos brilhavam, só de olhar, aqueles olhos verdes, que hipnotizaria qualquer mera garota que passasse por ali, quando ele abril seu sorriso, todo tímido “ Não havia como não se apaixonar, como um garoto poderia me tomar assim, dessa forma?” Meu coração começou a bater em uma sintonia que nunca tinha ouvido, uma sintonia tão linda. “ Como ele conseguia, fazer meu coração, bater tão rápido e divagar ao mesmo tempo?”. Há menina não conseguia se mover e nem parar de olhar para ele, era como se estivesse hipnotizada, milhares de perguntas se passava pela sua cabeça, ela conseguia ouvir seu coração sussurrar “ Eu quero”, suas pernas tremia, sua voz faltava e avia uma entranha sensação de borboletas no estomago. LoucuraNão era pequenos sinais, que tinha tropeçado no amor naquele dia. Sentamos em uma mesa grande, já que conhecíamos seu amigo, ele se juntou a nós. “ Nunca foi boa pra disfarça, a metros dava para ver meu nervosismo”. Sem querer meus olhos se fiquissou nos dele, quando mais o observava mais o desejava, mais me apaixonava. Era como uma droga, porém nunca havia a experimentado, mais sentia que seu gosto era extra-ordinário. As horas não passavam, voavam, e quando me dei conta já era hora de parti. Achei que nunca nós veríamos outra vez, mais não foi isso que aconteceu, viramos amigos. Ele era aquele tipico garoto, estilo vagabundo. Mas como se diz em uma citação que eu amo “ Toda dama se amarra em um vagabundo”. Deis de sempre ela sabia como séria, se levasse aquele dia a frente, que iria sofrer, mais em sua teoria ia ser bem fácil. Apesar dos km que os separavam, avia esperança naquele coração ingênuo, de que ele iria se apaixonar por ela, iria mudar e a distância iria ser só alguns dos obstáculos, em seu relacionamento.  Mas não foi bem isso que aconteceu, foram meses de prantos, noites sem sonos, coração partido, promessas quebradas e palavras falsas. “Há pouco  idade não me ajudou muito, a ingenuidade também não.” Mais sempre que tinha oportunidade, ela corria pros teus braços, pro único lugar que há realmente fazia feliz, ela se contentava com pouco, até ouvia sobre suas outras paixões, via coisas que a fazia pensar em desiste, muitos á mandava desisti. Mais tudo que ela fazia não queria nada em troca, só o queria ver feliz, nada mais, e se não era com ela porque o prenderia. Meses e anos, dedicados a  um garoto, que seu coração se prendeu, na primeira vez que o viu. Foi “amor a primeira vista”, ela sempre bem tímida, só conseguia se expressar por MSN, textos que ele talvez nunca leria […] “Por que ele ficaria comigo, sou feia, magra, horrível. Ele lindo, jovem, conseguiria qualquer garota que quisesse.”. Depois de um ano e meio de luta e esperanças frustradas, ela desiste, desiste dele, de si mesma, de tudo. 

Então ele a surpreende, em uma conversa comum de MSN, ele á pergunta “ Se eu desistir de tudo, você ainda me quer? Séria só minha?

Seu celebro falavaNão, chega, já tentei, e já ouvi essa conversa, não é a primeira vez, e sempre acontece o mesmo no final. Você me troca por outra, eu choro, e você curte sua vida, eu fico de otária.

Mais meu coração sempre foi teimoso e gritava tão alto que só conseguia ouvir eleSIM, eu te amo, por você tentaria mil vezes se fosse preciso. Eu te amo, eu te quero, eu te preciso.

Como toda idiota, escutei meu coração, mas dessa vez não me arrependi de nada, quem não arrisca não petisca né? Pois bem ,começamos a namorar, e hoje fazemos 9 meses de namoro; mesmo com os altos e baixos, com minha birras e implicâncias, meus prantos, e sorrisos, meus erros e acertos, estamos juntos. Obrigado por tudo e nunca se esqueça que você é o melhor namorado que uma garota pode ter, e nunca se esqueça que você é perfeito pra mim, meu pequeno príncipe.

(via se-reinventando)

  • 19th March
    2012
  • 19
  • 19th March
    2012
  • 19
espartanos:

Temos a mania de achar que amor é algo que se busca. Buscamos o amor nos bares, na internet, nas paradas de ônibus. Como num jogo de esconde-esconde, procuramos pelo amor que está oculto dentro das boates, nas salas de aula, nas platéias dos teatros. Ele certamente está por ali, você quase pode sentir seu cheiro, precisa apenas descobri-lo e agarrá-lo o mais rápido possível, pois só o amor constrói, só o amor salva, só o amor traz felicidade. Há quem acredite que o amor é medicamento. Pelo contrário. Se você está deprimido, histérico ou ansioso demais, o amor não se aproxima, e caso o faça, vai frustrar sua expectativa, porque o amor quer ser recebido com saúde e leveza, ele não suporta a idéia de ser ingerido de quatro em quatro horas, como um antibiótico para combater as bactérias da solidão e da falta de auto-estima. Você já ouviu muitas vezes alguém dizer: “Quando eu menos esperava, quando eu havia desistido de procurar, o amor apareceu.” Claro, o amor não é bobo, quer ser bem tratado, por isso escolhe as pessoas que, antes de tudo, tratam bem de si mesmas. O Amor, ao contrário do que se pensa, não tem de vir antes de tudo. Antes de estabilizar a carreira profissional, antes de fazer amigos, de viajar pelo mundo, de curtir a vida. Ele não é uma garantia de que, a partir de seu surgimento, tudo o mais dará certo. Queremos o amor como pré-requisito para o sucesso nos outros setores, quando, na verdade, o amor espera primeiro você ser feliz para só então surgir, sem máscara e sem fantasia. É esta a condição. É pegar ou largar. Para quem acha que isso é chantagem, arrisco-me a sair em defesa do amor: ser feliz é uma exigência razoável, e não é tarefa tão complicada. Felizes são aqueles que aprendem a administrar seus conflitos, que aceitam suas oscilações de humor, que dão o melhor de si e não se autoflagelam por causa dos erros que cometem. Felicidade é serenidade. Não tem nada a ver com piscinas, carros e muito menos com príncipes encantados. O amor é o prêmio para quem relaxa. As pessoas ficam procurando o amor como solução para todos os seus problemas quando, na realidade, o amor é a recompensa por você ter resolvido os seus problemas.
M. Medeiros

espartanos:

Temos a mania de achar que amor é algo que se busca. Buscamos o amor nos bares, na internet, nas paradas de ônibus. Como num jogo de esconde-esconde, procuramos pelo amor que está oculto dentro das boates, nas salas de aula, nas platéias dos teatros. Ele certamente está por ali, você quase pode sentir seu cheiro, precisa apenas descobri-lo e agarrá-lo o mais rápido possível, pois só o amor constrói, só o amor salva, só o amor traz felicidade. Há quem acredite que o amor é medicamento. Pelo contrário. Se você está deprimido, histérico ou ansioso demais, o amor não se aproxima, e caso o faça, vai frustrar sua expectativa, porque o amor quer ser recebido com saúde e leveza, ele não suporta a idéia de ser ingerido de quatro em quatro horas, como um antibiótico para combater as bactérias da solidão e da falta de auto-estima. Você já ouviu muitas vezes alguém dizer: “Quando eu menos esperava, quando eu havia desistido de procurar, o amor apareceu.” Claro, o amor não é bobo, quer ser bem tratado, por isso escolhe as pessoas que, antes de tudo, tratam bem de si mesmas. O Amor, ao contrário do que se pensa, não tem de vir antes de tudo. Antes de estabilizar a carreira profissional, antes de fazer amigos, de viajar pelo mundo, de curtir a vida. Ele não é uma garantia de que, a partir de seu surgimento, tudo o mais dará certo. Queremos o amor como pré-requisito para o sucesso nos outros setores, quando, na verdade, o amor espera primeiro você ser feliz para só então surgir, sem máscara e sem fantasia. É esta a condição. É pegar ou largar. Para quem acha que isso é chantagem, arrisco-me a sair em defesa do amor: ser feliz é uma exigência razoável, e não é tarefa tão complicada. Felizes são aqueles que aprendem a administrar seus conflitos, que aceitam suas oscilações de humor, que dão o melhor de si e não se autoflagelam por causa dos erros que cometem. Felicidade é serenidade. Não tem nada a ver com piscinas, carros e muito menos com príncipes encantados. O amor é o prêmio para quem relaxa. As pessoas ficam procurando o amor como solução para todos os seus problemas quando, na realidade, o amor é a recompensa por você ter resolvido os seus problemas.

M. Medeiros

(Source: newblogurl-avvox, via outroladodarealidade)

  • 19th March
    2012
  • 19
  • 19th March
    2012
  • 19
  • 13th February
    2012
  • 13

Risque os motivos que você já chorou.
Eu já chorei por…
Me machucar (cair)
Ver alguém morrendo
Ver um filme triste
Rir demais 
Ver alguém chorando
Ganhar algum prêmio
Ganhar algum presente
Ler algum livro
Ouvir alguma música
Ver alguém te traindo 
Ser humilhada(o)
Perder alguma coisa
Perder alguém especial
Ser substituída(o)
Tirar nota baixa
Cantarem parabéns no meu aniversário
Ver alguém beijando a pessoa que eu gosto
Ver pais/amigos/família/parentes brigando
Tirar o dente
Alguém me machucar
Magoar alguém
Lembrar do meu passado e ver o quanto foi bom ou ruim

Risque os motivos que você já chorou.

Eu já chorei por…

  • Me machucar (cair)
  • Ver alguém morrendo
  • Ver um filme triste
  • Rir demais 
  • Ver alguém chorando
  • Ganhar algum prêmio
  • Ganhar algum presente
  • Ler algum livro
  • Ouvir alguma música
  • Ver alguém te traindo 
  • Ser humilhada(o)
  • Perder alguma coisa
  • Perder alguém especial
  • Ser substituída(o)
  • Tirar nota baixa
  • Cantarem parabéns no meu aniversário
  • Ver alguém beijando a pessoa que eu gosto
  • Ver pais/amigos/família/parentes brigando
  • Tirar o dente
  • Alguém me machucar
  • Magoar alguém
  • Lembrar do meu passado e ver o quanto foi bom ou ruim

(via bicho-humano)

  • 13th February
    2012
  • 13
  • 8th February
    2012
  • 08
  • 8th February
    2012
  • 08
principe-bipolar:

(…)Me esqueceu tão facil , desistiu tão rapido . Porque tantas promessas se a intensão era só iludir , porque tantas palavras, trocas de mensagens . Dizia que me amava e no meu primeiro erro foi embora sem se quer importar comigo , o que houve com todas as juras de amor ?, e o amor que ser dizia reciproco  , amei sozinho , me decpcionei em todos os sentidos provaveis existentes e inexistentes , me levei a pensar que você seria tudo pra mim , seria meu maior amor , aquele que me salvaria da obscuridade e que me faria feliz , me enganei .Mas e se a vida é feita de erros você foi meu maior deles. o que mais posso fazer agora ? , sentar      , ligar o som e ler meu livro cheio de palavras insolentes e uma historia medilcre , tomar meu café frio e se  sentir amargo , voltar a dizer que sou fraco ou voltar a se sentir bem, não são opções , são escolhas . Eu fiz a pior escolha , cometi meu maior erro me apaixonando por você , era  adistância que nos afastava ? era a falta de amor que te fazia desistir , era tudo isso ! . O que fiz de errado , o que aconteceu comigo ,  me iludi novamente , e ainda não consegui esquecer você , e sõa todas essas mudanças emocionais que me fazem lembrar que ainda existe amor  , mas não com você . Talvez eu esteja no lugar errado , fazendo as coisas erradas , e com as pessoas erradas . Foi tarde , foi cedo , foi pra longe .. e se foi . Acabaras  tudo  ou não se quer começaras ? foi amor ou ilusão ?  , são essas as perguntas que ainda tenho em mente ,você seguiu seu caminho e eu me perdi no concreto onde seu cheiro estava exilado pela falta que você me fazia (…) David Felipe

principe-bipolar:

(…)Me esqueceu tão facil , desistiu tão rapido . Porque tantas promessas se a intensão era só iludir , porque tantas palavras, trocas de mensagens . Dizia que me amava e no meu primeiro erro foi embora sem se quer importar comigo , o que houve com todas as juras de amor ?, e o amor que ser dizia reciproco  , amei sozinho , me decpcionei em todos os sentidos provaveis existentes e inexistentes , me levei a pensar que você seria tudo pra mim , seria meu maior amor , aquele que me salvaria da obscuridade e que me faria feliz , me enganei .Mas e se a vida é feita de erros você foi meu maior deles. o que mais posso fazer agora ? , sentar      , ligar o som e ler meu livro cheio de palavras insolentes e uma historia medilcre , tomar meu café frio e se  sentir amargo , voltar a dizer que sou fraco ou voltar a se sentir bem, não são opções , são escolhas . Eu fiz a pior escolha , cometi meu maior erro me apaixonando por você , era  adistância que nos afastava ? era a falta de amor que te fazia desistir , era tudo isso ! . O que fiz de errado , o que aconteceu comigo ,  me iludi novamente , e ainda não consegui esquecer você , e sõa todas essas mudanças emocionais que me fazem lembrar que ainda existe amor  , mas não com você . Talvez eu esteja no lugar errado , fazendo as coisas erradas , e com as pessoas erradas . Foi tarde , foi cedo , foi pra longe .. e se foi . Acabaras  tudo  ou não se quer começaras ? foi amor ou ilusão ?  , são essas as perguntas que ainda tenho em mente ,você seguiu seu caminho e eu me perdi no concreto onde seu cheiro estava exilado pela falta que você me fazia (…) David Felipe

(via s-ufocado)